segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Aquele sentimento de abandono

Primeiro, me desculpem meninas... Estou postando quase todos os dias, mas ñ quero cansar vcs.. Se ñ quiserem ler, não tem problema, só preciso escrever um pouco pra por isso para fora..

Abandono, é assim que tenho me sentido ultimamente. Na verdade acho que sempre me senti assim, não sei explicar o por que, mas nunca me senti querida e amada pelas pessoas, por mais que muitos me digam que me amam e que sou incrível e blah blah, eu sempre acho que estão mentindo para mim.

Sou a filha do meio, tenho um irmão de 11 anos e um irmão de 28 (este é filho do primeiro casamento do meu pai), O filho mais velho sempre foi xodó do meu pai, e o mais novo da minha mãe. Meu irmão mais novo tem uma fragilidade na saúde, entao ele pega gripe facilmente, febre, herpes e enfim. E minha mãe praticamente falta lamber a bunda dele. Mas de uns tempos pra cá ela tem percebido que ele não é nenhuma flor que se cheire. Mas isso ñ muda o fato de eu me sentir rejeitada.

Desde pequena, lembro-me de minha mãe brigando comigo, me xingando, e falando coisas que nunca sairam da minha cabeça. De certo modo, acho que isso influencia nos meus problemas atualmente.
Sim, eu sou muito sensível, eu choro por qualquer coisa, é automático. Mas como sempre, choro escondido, geralmente quando todos estão dormindo. As vezes quando não aguento esperar para chorar, e meus pais me pegam com os olhos marejados, eles perguntam o que é que eu tenho, mas como sempre nunca falo, não tenho coragem e nem confiança para contar uma vírgula para eles.
Eu cresci sozinha, minha mãe quase nunca me beijava ou abraçava, e tbm foram pouquíssimas vezes que ouvi um'' eu te amo'' dela. Conversou comigo sobre as transformações do meu corpo uma vez só!
Nunca falou sobre sexo, e sobre nada. Tudo o que eu sei, aprendi sozinha, EXATAMENTE TUDO.
Por conta da falta de diálogo, eu ñ tenho confiança em absolutamente ninguém, nem nos meus amigos, que são 4 ou 5. E sempre fiquei sozinha, com meus problemas, tristezas enfim.
Me sinto abandonada por tudo e todos, e sempre me sinto culpada, culpa essa que eu não sei do que, e nem de onde ela surge.

 O fato, é que hoje eu chamei meus amigos p/ irem ao cinema comigo, praticamente implorei por atenção e ninguém, ninguém pode ou quer, nenhum deles!!!!. Estão trabalhando, festejando, ocupados, ocupados demais pra perderem seu tempo comigo. E também de uns dias pra cá, eu não sei tenho chorado muito por ele. Sim ele, o único garoto que amei a vida inteira. Desde criança, eu amava o filho de um casal muito amigo de nossa família. Ele é exatamente 8 anos e 8 meses mais velho. Mas nunca me importei, nunca mesmo. Há 3 anos atrás eu contei a ele o que eu sentia, nós éramos amigos e conversávamos todos os dias. Mas ele não me deu uma chance, nunca! Talvez porque eu era feia e não sabia me arrumar direito. Chorei muito por ele, sofri muito e nesse ano de 2013 ele se casou.
Pra mim foi o dia mais feliz da minha vida, porque a pessoa que eu amava estava feliz. Eu fiz as fotos do seu casamento, fiz um Book, Um vídeo, dei um quadro com a fotografia dele e sua noiva pra ele, e tentei seguir minha vida. Mas não consigo esquecê-lo. esquecer que fui rejeitada pela pessoa que mais amo, e por alguns amigos que me prometeram ser amigos pra sempre.

Então eu me pergunto. Por que comigo? O que eu fiz? Por que as pessoas não conseguem me entender? Me aceitar como sou!?

Eu sofri muito preconceito e essa droga que chamam de Bullying, porque eu era feia, gorda, porque com 11 anos ja tinha espinhas. E pior, porque sou Rockeira.. Sou mesmo! Amo meu estilo musical, mas muita gente me fez sofrer, chorar e até hoje me sinto assim... Um lixo! Mais uma desnecessária no mundo!

Meninas me desculpem mesmo, mas eu tinha que escrever, estou chorando nesse momento...e tudo o que eu queria é que tudo isso acabe logo!

Espero que vcs estejam em melhores condições do que eu!!
Stay Strong!!

Beiijokas, da Hallie.

domingo, 29 de dezembro de 2013

Comilança, medo e planos para 2014.

Boaa tarde borboletas e possíveis borboletos!!!!
Como o título do post ja diz.... comilança.. affssssss.. Sério, dou graças a Deus por ter comida em casa e não passar necessidades... Mas, pra quê tanta comida??
Hoje minha família foi a um restaurante, e claro eu comi... comi o que tinha direito e o que não tinha tbm.. Até picolé entro na dança... Mas isso é o de menos, quarta feira, dia 1 minha vó quer fazer um churrasco (mais comida) pra comemorar o Ano Novo, to morrendo de medo, nem quero me pesar mas como eu me conheço, provavelmente me pesarei essa semana ainda.. Tomara que tenha emagrecido, ou pelo menos mantido o peso...Qualquer coisa menos ter engordado de novo.
Enfim..

 Técnicamente, se eu não engordei, tenho 28 kg para emagrecer, e eu gostaria de fazer essa proeza em 5 meses, o que dá 5,6 kg por mês. Então amores, se vcs tem dicas, dietas, desafios qualquer coisa que possa me ajudar podem falar!!!!!! E tbm quero dizer que estou aqui pra qualquer coisa, se quiserem desabafar, pesquisar enfim...
Bom, como tenho 1,63 então 50 kg ainda está na minha linha de peso ideal, mas quando eu chegar a esse peso, vou ver o que eu faço. Gostaria do apoio de vcs, pq eu tenho um T.A a quase 5 anos e nunca, nunca falei sobre isso pra ninguém. Geralmente as pessoas acham que alguém que tem Anorexia Nervosa, ou Bulimia Nervosa é esquelético e não...não sou esquelética mas a Ana está em mim, ela e essas malditas compulsões.
Ahh tbm quero agradecer aos comentários, fiquei muito feliz de saber que alguém leu sobre mim, e entende o que eu tenho,,,
Então que venha 2014!!

Beeijokas da Hallie!!!

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Tudo e Nada


É exatamente assim que me sinto. Tenho fraquejado demais. Comido demais e Ana está meio longe... Estou muito nervosa, barulho me irrita, pessoas me irritam, comilança me irrita.... Meu irmão tem 11 anos, e vive me chamando de gorda, baleia, gorduras trans, banha e tudo mais! Ódio, sinto um ódio imenso dessas idiotices, ódio de mim mesma porque ñ consigo fazer um mísero NF...
Me pesei dia 23, e para minha surpresa estava com 78,7 . Em parte é bom, estou a duas semanas sem aparecer na academia, emagreci, mas com as comilanças do Natal, devo ter engoradado.
Estou com medo de me pesar agora, porque tenho certeza que se eu tiver engordado, terei uma crise e vou ficar deprimida..affs
Minha vida está uma bagunça... Estou fazendo  tudo errado, comendo errado, pensando errado... Acabei de tomar café, e me sinto nojenta, me sinto gorda, lixo, inútil. Tenho comido como uma pessoa normal mas eu não sou normal, não posso continuar levando isso a diante. NÃO SEI O QUE FAZER!
Desabafo de hoje... me desculpem, mas ultimamente comer tem sido torturante.
Eu pensei em Miar pra compensar sei lá... Mas tem gente em casa, e minha ultima lembrança de quando Miei pela primeira vez foi horrível, tenho medo...
Enfim.... Meu psicológico com certeza não está bem...

Boa tarde a todosssss!!!
Beijokasss

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Confusion

Minha vida mudou. Quando deixei de ser criança e ''percebi'' que comer engorda.
Mas a partir do momento em que eu escolhi não comer, percebi que talvez não tenha escolhido por escolha própria, entendem?!
É por isso o título ''Confusion''...
As vezes me pego pensando em voltar a ter uma vida normal, mas comer demais e compulsivamente não é normal!
É nesses momentos que percebo que esse é um caminho sem volta. Não consigo simplesmente sair e ser como qualquer garota. Me sinto cansada de me sentir gorda, de me sentir feia, de sentir vontade de morrer ou sumir ou me trancar no quarto e ficar sem ver ninguém. Mas por outro lado, ninguém entenderia seu eu contasse.
Esses dias, eu estava no carro com minha família,  vimos uma conhecida que eu tenho certeza que é Ana ou Mia. Meus pais falaram meia dúzia de palavras sobre ela, e realmente eles não sabem o que é T.A, Compulsões, Anorexia Nervosa, Bulimia Nervosa. Mal suspeitam de mim.
Por um lado é bom, mas por outro não.
Não sei o que fazer, tenho tido muitas oscilações de humor, o que me leva a crer que eu realmente sou Bipolar, tenho estado mais deprimida e por conta disso já deve ter uns 8 dias que não vou a academia, justo agora que eu estava pegando firme, simplesmente perdi a vontade, vontade de treinar, de viver, de tudo!
Fico imaginando como vai ser quando chegar o ''Dia Triunfal'' em que a balança vai marcar 50kg, eu vou ter atingido minha meta e vou viver feliz. Duvido! Vou querer mais, muito mais. Mas realmente não sei como vai ser depois disso... Enfim..

Beijokas a todos!!!!

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Resultados

Boa noiteeee...

Bom, hoje não foi lá um dos meus melhores dias.. Aliás faz tempo que não tenho um bom dia..
Estou muito deprimida ultimamente, tenho oscilações de humor, uma tristeza profunda e mais um monte de coisas negativas, mas ñ quero falar disso agora.
A academia tem dado resultados, não como eu queria, mas tem dado.
Hoje me pesei só por desencargo de consciência e esstou com 79.6 .
Tecnicamente são 4 kg e alguma coisinha.. Quase  5..:)
Estou fazendo 5 dias de 360kcal. Eu tentei semana passada, mas foi um fracasso, não consegui seguir nenhum dia.. Mas hoje comecei bem.

Cardápio do dia > 09/12/2013

De manhã: Nada porque acordei as 9h30 (tarde já)

Almoço 12h30: Um sachê de sopa de frango com cebolinha (Maggi) ai coloquei 1 col. de sopa de tomate, repolho e couve picados e 2 col de carne moída.

Tarde 15h30: Uma barrinha de Cereais Classic Nutry de Banana.

Noite 20h30(depois que cheguei da academia) Pouco mais de meio copo de Shake de Baunilha- Redúbio, batido com água.

É isso ai... espero não fazer cagada amanhã..
Boa Noite a todos ;)

Beijokas!

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Um pouco mais sobre Hallie





Boaaa noite borboletas e possíveis borboletos...
Eu disse que postaria sobre mim e cá estou eu :) ... Vou contar um pouquinho de mim.
Atualmente tenho 18 anos... Tenho 1.63cm e estou pesando 79.6 (eu estava mais gorda!) . Mas nem sempre foi assim... Desde criança sempre fui magrinhaaa, mas quando tinha 10 ou 11 anos e começei a comer muito, mas não entendia que aquilo era compulsão. Era hot dog, bolo, doces.. afss tudo!
Então comecei a engordar, mas não ligava muito, eu era criança, porém me sentia mal. Era sempre a gorda da sala, a feia e todos esses apelidinhos.

Com 13 anos eu estava pesando 72kg... Depois de uma viagem de férias, quando vi esse número na balança me desesperei, e ai começou tudo. Fazia dietas malucas, ficava 3 dias de NF, contava calorias o tempo todo, fazia contas malucas, anotava tudo o que comia e o que podia comer ainda e com isso emagreci 7kg.. No auge dos 65 eu parei com as dietas, nem sei porquê. Então continuei comendo normalmente, e depois compulsivamente até que entrei no curso. Estudava de manhã no Médio, de tarde no Técnico e de noite ajudava minha mãe com as matérias da faculdade... Tive alguns problemas emocionais, me deprimi, e ai fui descontando na comida. Apesar de gorda e ja com o IMC-OBESIDADE GRAU I , eu não aparentava ser gorda.. mas vestia 44 e me sentia muito, mas muito pesada.
O tempo passou, sempre com compulsões as vezes apelava pra Ana, ou pra Mia... e acabei chegando aos 84 kg. Foi quando decidi ir para a academia e retomar minha dieta, na verdade R.A, porque é algo que sei que vai ser pra vida toda. Minha meta é 50kg. Espero chegar loogo lá!

Sei lá.. as vezes eu queria poder comer normalmente, sem engordar ou ficar contando as calorias, mas não consigo mais. Tenho que calcular, contar, escrever. Assim dá a impressão do ''controle'', coisa que eu não tenho =/

Vou dividir esse post p/ não ficar chato, e no próximo eu conto mais....

Beijokas a todos!!