segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Aquele sentimento de abandono

Primeiro, me desculpem meninas... Estou postando quase todos os dias, mas ñ quero cansar vcs.. Se ñ quiserem ler, não tem problema, só preciso escrever um pouco pra por isso para fora..

Abandono, é assim que tenho me sentido ultimamente. Na verdade acho que sempre me senti assim, não sei explicar o por que, mas nunca me senti querida e amada pelas pessoas, por mais que muitos me digam que me amam e que sou incrível e blah blah, eu sempre acho que estão mentindo para mim.

Sou a filha do meio, tenho um irmão de 11 anos e um irmão de 28 (este é filho do primeiro casamento do meu pai), O filho mais velho sempre foi xodó do meu pai, e o mais novo da minha mãe. Meu irmão mais novo tem uma fragilidade na saúde, entao ele pega gripe facilmente, febre, herpes e enfim. E minha mãe praticamente falta lamber a bunda dele. Mas de uns tempos pra cá ela tem percebido que ele não é nenhuma flor que se cheire. Mas isso ñ muda o fato de eu me sentir rejeitada.

Desde pequena, lembro-me de minha mãe brigando comigo, me xingando, e falando coisas que nunca sairam da minha cabeça. De certo modo, acho que isso influencia nos meus problemas atualmente.
Sim, eu sou muito sensível, eu choro por qualquer coisa, é automático. Mas como sempre, choro escondido, geralmente quando todos estão dormindo. As vezes quando não aguento esperar para chorar, e meus pais me pegam com os olhos marejados, eles perguntam o que é que eu tenho, mas como sempre nunca falo, não tenho coragem e nem confiança para contar uma vírgula para eles.
Eu cresci sozinha, minha mãe quase nunca me beijava ou abraçava, e tbm foram pouquíssimas vezes que ouvi um'' eu te amo'' dela. Conversou comigo sobre as transformações do meu corpo uma vez só!
Nunca falou sobre sexo, e sobre nada. Tudo o que eu sei, aprendi sozinha, EXATAMENTE TUDO.
Por conta da falta de diálogo, eu ñ tenho confiança em absolutamente ninguém, nem nos meus amigos, que são 4 ou 5. E sempre fiquei sozinha, com meus problemas, tristezas enfim.
Me sinto abandonada por tudo e todos, e sempre me sinto culpada, culpa essa que eu não sei do que, e nem de onde ela surge.

 O fato, é que hoje eu chamei meus amigos p/ irem ao cinema comigo, praticamente implorei por atenção e ninguém, ninguém pode ou quer, nenhum deles!!!!. Estão trabalhando, festejando, ocupados, ocupados demais pra perderem seu tempo comigo. E também de uns dias pra cá, eu não sei tenho chorado muito por ele. Sim ele, o único garoto que amei a vida inteira. Desde criança, eu amava o filho de um casal muito amigo de nossa família. Ele é exatamente 8 anos e 8 meses mais velho. Mas nunca me importei, nunca mesmo. Há 3 anos atrás eu contei a ele o que eu sentia, nós éramos amigos e conversávamos todos os dias. Mas ele não me deu uma chance, nunca! Talvez porque eu era feia e não sabia me arrumar direito. Chorei muito por ele, sofri muito e nesse ano de 2013 ele se casou.
Pra mim foi o dia mais feliz da minha vida, porque a pessoa que eu amava estava feliz. Eu fiz as fotos do seu casamento, fiz um Book, Um vídeo, dei um quadro com a fotografia dele e sua noiva pra ele, e tentei seguir minha vida. Mas não consigo esquecê-lo. esquecer que fui rejeitada pela pessoa que mais amo, e por alguns amigos que me prometeram ser amigos pra sempre.

Então eu me pergunto. Por que comigo? O que eu fiz? Por que as pessoas não conseguem me entender? Me aceitar como sou!?

Eu sofri muito preconceito e essa droga que chamam de Bullying, porque eu era feia, gorda, porque com 11 anos ja tinha espinhas. E pior, porque sou Rockeira.. Sou mesmo! Amo meu estilo musical, mas muita gente me fez sofrer, chorar e até hoje me sinto assim... Um lixo! Mais uma desnecessária no mundo!

Meninas me desculpem mesmo, mas eu tinha que escrever, estou chorando nesse momento...e tudo o que eu queria é que tudo isso acabe logo!

Espero que vcs estejam em melhores condições do que eu!!
Stay Strong!!

Beiijokas, da Hallie.

8 comentários:

  1. Não fique assim, eu também me sinto bastante abandonada e sem valor algum, mas o melhor a fazer é fingir que não te afeta, porque ficar triste por isso não vai levar a lugar nenhum. :/ Uma hora você vai parar de fingir porque realmente esse tipo de situação não vai te afetar. Digo isso por experiência própria. Só segue em frente, procure pessoas que você ama e que te ame também, assim você começará a ser feliz. Sempre têm alguém que vai nos aceitar do jeitinho que somos, basta procurar. Espero que você consiga superar seus problemas. Estou torcendo por você viu?! Qualquer coisa estou aqui! Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obg Laash!!! Vou tentar mesmo não me abalar com essas coisas, mas é que eu sou sensível demais, isso atrapalha e muito..
      Nhaaa.. Obg por torcer por mim!! Fico muito feliz de saber que encontrei um cantinho onde ngm vai me julgar, e sim me apoiar!!!

      Beeijokas da Hallie!!! <3

      Excluir
  2. Olá Hallie
    Desculpa não ter vindo antes

    Sabe as vezes meu desejo e q todas nós anas e mias moracemos juntas. Maui teria ninguém pra humilhar desprezar ou menosprezar agente.
    Deveria ter uma cidade do pra nós
    Na verdade não como te consolar, ou te dar motivos pra sorrir.
    Isso e frustrante
    O q eu poderia fazer era te dar um abraço, sincero, e te dizer q vai passar.
    Então sinta-se abraçada.

    fique bem

    kisses

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. u.u Eu imaginei como seria, todas nós...shuahuhauhusa
      Muito obg pelo abraço virtual, e sim me senti abraçada e melhor por saber que aqui alguem se importa comigo!!!!!!!!
      Muito obg pela visita e mantenhaaa contato, por favor!!

      Stay Strong!!
      Beijookas da Hallie! <3

      Excluir
  3. Sei exatamente como se sente, acontece quase o mesmo comigo, só que sou filha unica e mesmo assim nao recebi muita atenção, pelo contrario: tudo caia em cima de mim. Alem de muitas outras coisas que me afetaram, incluindo o bullying na escola. Mas o jeito é tirar forças de si mesma, porque é a melhor pessoa para se fazer isso. não deixar que vejam suas fraquezas e mostrar, mesmo que seja mentira, que está bem.
    A gente tem tanto a dizer e ninguem pra ouvir, nao é? Mas saiba que pode desabafar aqui, pois ja viu que tem o meu apoio e o de outras meninas, como você e isso é reconfortante. Aaah e adoraria ter ido naquela cinema com voce HAHAHA
    Seja forte e aproveite o ultimo dia do ano.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obg pelo apoio flor!!! Com certeza vou me dedicar a este blog... tenho certeza que vcs me farão muito bem!!!

      u.U obg por querer ir ao cinema comigo!!! :3

      Stay Strong!!
      E Beeeeeijokas da Hallie!

      Excluir
  4. 90% da sua historia me fez lembrar a minha própria, a diferença é que sou a mais velha, mas sempre fui rejeitada, cresci sem o carinho da minha mãe e hoje sou mais que acostumada com isso.

    Sofri muito bullying na escola por ser tímida os outros achavam engraçado tirar sarro da minha cara, puxar meu cabelo, rir de mim, já me bateram até e eu nunca conseguia revidar nada disso, acho que passei a ter medo de pessoas, mesmo hoje eu tenho medo de sair na rua e imaginar o que as pessoas falam de mim ou quando alguém ri, fico achando que pode estar rindo de mim, é triste e as vezes da raiva tanta coisa que acontece com a gente por causa dos outros, pessoas que se acham boas demais a ponto de pisar nos outros e fazer tanta maldade. =/ Ainda sinto raiva, mas tenho muito mais pena dessas pessoas e dos filhos que elas talvez tenham e que vão ser (mal)criados por elas.

    Em fim... Desculpe os discurso, eu queria dizer mesmo que entendo seu sofrimento e o que talvez passe a vezes pela sua cabeça.

    Lute pra se manter de pé e de cabeça erguida, olhe as pessoas nos olhos de igual pra igual e mostra ao mundo que você é melhor do que eles imaginam.

    Feliz ano novo! Cuide-se
    Be strong!

    Ps.: sei que pareceu um discurso tosco, mas é verdadeiro, escrevi com muita sinceridade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!! que isso borboleta! Não foi nenhum discurso não, e eu gosto de ler tudo o que vcs escrevem para mim!! Sinta-se á vontade para dizer o que quiser e em quantas linhas quiser!! rs
      Me identifiquei com a parte em que vc disse "cresci sem o carinho da minha mãe e hoje sou mais que acostumada com isso." também sou assim.. nem ligo mais se ela me beija ou não... e também a parte em que disse que tem medo das pessoas... Bom eu ñ tenho medo , mas ñ gosto de pessoas, porque muitas delas ja mentiram pra mim, me enganaram, me fizeram chorar, e por causa disso hoje, eu n consigo confiar totalmente, sem contar que eu tenho uma certa fobia, ñ consigo ficar em lugares fechados, com muita gente,,,affs
      É bom saber que existem outras meninas que me entendem! Assim não me sinto mais tão só!
      Mantenha contatooo viu!!! e obg pelo comment!!
      Stay Strong!! <3

      Beeijokass da Hallie!

      Excluir